Diferença entre a pesquisa quantitativa e a qualitativa

Conheça as diferenças entre dados qualitativos e quantitativos

Pesquisas qualitativas e quantitativas são métodos complementares que podem ser combinados nas suas pesquisas para obter resultados aprofundados e abrangentes.

Explicando de maneira simplificada, os dados quantitativos fornecem os números que comprovam os objetivos gerais da pesquisa. Já os dados qualitativos oferecem detalhes e complexidade para entender todas as implicações das informações obtidas.

Para obter os melhores resultados a partir desses métodos nas suas pesquisas, é importante entender as diferenças entre eles. Vamos dar uma olhada.

Qual é a diferença entre pesquisa quantitativa e pesquisa qualitativa?

Definição de pesquisa quantitativa

Dados quantitativos visam coletar fatos concretos: números. Dados quantitativos são estruturados e estatísticos. Eles formam a base para tirar conclusões gerais da sua pesquisa.

Definição de pesquisa qualitativa

Dados qualitativos coletam informações que não buscam apenas medir um tema, mas descrevê-lo, usando impressões, opiniões e pontos de vista. A pesquisa qualitativa é menos estruturada e busca se aprofundar em um tema para obter informações sobre as motivações, as ideias e as atitudes das pessoas. Embora essa abordagem proporcione uma compreensão mais detalhada das perguntas da pesquisa, ela dificulta a análise dos resultados.

Quando usar pesquisa qualitativa ou quantitativa

Dados quantitativos podem ajudar a enxergar o panorama geral. Dados qualitativos incluem detalhes e podem também proporcionar uma perspectiva mais humana aos resultados da pesquisa.

Vejamos como usar cada método em um projeto de pesquisa.

  • Formulação de hipóteses: a pesquisa qualitativa ajuda você a coletar informações detalhadas sobre um tópico. Você pode usar essas informações para iniciar sua pesquisa descobrindo os problemas e as oportunidades que as pessoas têm em mente. Essas ideias podem se tornar hipóteses que poderão ser comprovadas por meio de uma pesquisa quantitativa.
  • Validação das hipóteses: com a pesquisa quantitativa, você obterá números aos quais poderá aplicar uma análise estatística para validar suas hipóteses. Aquele problema era real ou apenas a percepção de uma pessoa? As informações concretas obtidas permitem que você tome decisões com base em observações objetivas.
  • Descoberta de respostas gerais: as pesquisas quantitativas costumam ter mais respostas do que as pesquisas qualitativas, pois é mais fácil conduzir uma pesquisa com perguntas de múltipla escolha do que uma série de entrevistas ou grupos de discussão. Dessa forma, elas podem ajudar você a encontrar respostas para perguntas mais amplas, como: as pessoas preferem sua marca às dos concorrentes? Quais são os serviços mais importantes da sua empresa? Qual anúncio é mais atrativo?
  • Incorporação do elemento humano: a pesquisa qualitativa também pode ajudar nas etapas finais do seu projeto. As respostas obtidas com perguntas abertas podem trazer uma perspectiva humana às tendências e aos números objetivos encontrados nos resultados. Muitas vezes, ouvir seus clientes descrevendo a empresa com as palavras deles ajuda a descobrir quais são os seus pontos cegos. Você conseguirá isso com dados qualitativos.

Como equilibrar a pesquisa qualitativa e a quantitativa

Esses dois métodos de pesquisa não entram em conflito um com o outro. Na verdade, eles funcionam muito melhor se usados em conjunto. Na era do "Big Data", há uma ampla gama de estatísticas e números que criam uma base sólida para a tomada de decisão. No entanto, essa base fica incompleta sem as informações coletadas de pessoas reais, que dão significado aos números.

Mas como juntar essas duas abordagens de pesquisa? Quase sempre, a pesquisa qualitativa é o ponto de partida quando você busca descobrir novos problemas e oportunidades. Isso ajudará você a fazer uma pesquisa mais aprofundada posteriormente. Os dados quantitativos fornecerão medições para confirmar os problemas e as oportunidades e entendê-los.

Que tal um exemplo?

Digamos que você organizou um congresso e gostaria de obter o feedback dos participantes. Você provavelmente já sabe medir vários aspectos usando a pesquisa quantitativa, como a taxa de participação, a satisfação geral, a qualidade dos palestrantes, o valor das informações fornecidas etc. Todas essas perguntas podem ser respondidas de maneira objetiva e fácil de medir.

No entanto, talvez você também queira fazer algumas perguntas abertas de pesquisa qualitativa para descobrir o que pode ter passado despercebido. Você pode usar perguntas como:

  • Do que você mais gostou no congresso?
  • Como poderíamos melhorar sua experiência?
  • Você tem algum feedback sobre o congresso que deveríamos saber?

Se você descobrir algum tema comum entre essas perguntas qualitativas, poderá pesquisar sobre ele mais a fundo, fazer mudanças no próximo evento e adicionar perguntas quantitativas sobre esses temas após o próximo congresso.

Por exemplo, digamos que vários participantes disseram que o que menos gostaram no congresso foi a dificuldade de chegar ao local. Na próxima vez, sua pesquisa poderá conter perguntas quantitativas sobre o nível de satisfação das pessoas com o local, ou você poderá oferecer uma lista com algumas opções de locais para que elas escolham.

Perguntas abertas x fechadas

Uma boa maneira de reconhecer quando você deve trocar de método é observar suas perguntas abertas e se perguntar por que as escolheu.

Por exemplo, se perguntar "o que você acha dos preços dos nossos sorvetes?", as pessoas darão feedback nas próprias palavras, e você provavelmente receberá algumas respostas incomuns.

Se esse não for seu objetivo, considere usar uma resposta fácil de quantificar. Por exemplo:

Com relação aos nossos concorrentes, você acredita que os preços dos sorvetes são:

  • Mais altos
  • Mais ou menos iguais
  • Mais baixos

Esse tipo de pergunta transmite clareza para o respondente, gerando dados consistentes e fáceis de analisar.

Como obter dados qualitativos

Há diferentes métodos que podem ser usados para realizar uma pesquisa qualitativa que resultará em informações detalhadas sobre o tema de interesse.

  • Entrevistas. Conversas individuais que se aprofundam no tema em questão.
  • Estudos de caso. Histórias de clientes coletadas em entrevistas aprofundadas.
  • Opiniões de especialistas. Informações de alta qualidade de fontes bem-informadas.
  • Grupos de discussão. Conversas online ou presenciais com pequenos grupos para ouvir os pontos de vista das pessoas sobre um produto ou tema.
  • Perguntas abertas de pesquisa. Uma caixa de texto em uma pesquisa que permite que o respondente expresse sua opinião sobre o assunto em questão de maneira livre.
  • Pesquisa empírica. Observação das pessoas nas suas rotinas habituais para entender como elas interagem com um produto, por exemplo.

No entanto, esse método aberto de pesquisa nem sempre gera os resultados mais precisos para perguntas importantes. Além disso, a análise dos resultados é difícil, pois as pessoas usam palavras e frases diferentes para descrever seus pontos de vista, além da possibilidade de acabarem divagando se tiverem espaço.

Em alguns casos, pode ser mais eficaz usar só perguntas quantitativas.

Por que coletar dados quantitativos?

Perguntas qualitativas podem ser muito vagas

Para evitar confundir seus respondentes, tente evitar perguntas como "qual é sua opinião sobre nosso serviço de internet?". Em vez disso, faça uma pergunta fechada e quantitativa, como no exemplo a seguir.

O serviço de Internet é confiável:

  • Sempre
  • A maior parte do tempo
  • Mais ou menos metade do tempo
  • De vez em quando
  • Nunca

Perguntas qualitativas são mais demoradas

Os respondentes das pesquisas nem sempre têm paciência para refletir sobre o assunto da pergunta e escrever respostas longas que expressem suas opiniões de maneira precisa. É muito mais rápido escolher uma entre várias opções predefinidas em um questionário. Usar perguntas quantitativas ajuda você a ter mais perguntas na sua pesquisa e obter mais respostas com ela.

Perguntas quantitativas são simplesmente mais fáceis de quantificar

Mesmo respostas de texto em questionários de perguntas fechadas podem receber valores numéricos que podem ser posteriormente convertidos em indicadores e gráficos. Isso significa que a qualidade geral dos dados é superior. Lembre-se de que dados mais precisos levam às melhores decisões.

Exemplos de como usar perguntas qualitativas e quantitativas

Nosso modelo de pesquisa de satisfação do cliente inclui bons exemplos de como perguntas qualitativas e quantitativas podem atuar em conjunto para oferecer uma perspectiva completa sobre o desempenho da empresa.

Perguntas quantitativas:

Há quanto tempo você é cliente da nossa empresa?

  • Esta é a minha primeira compra
  • Menos de seis meses
  • De seis meses a um ano
  • De um a dois anos
  • Três anos ou mais
  • Ainda não fiz nenhuma compra

Qual é a probabilidade de você comprar nossos produtos novamente?

  • Extremamente provável
  • Muito provável
  • Mais ou menos provável
  • Não muito provável
  • Nem um pouco provável

Pergunta qualitativa de acompanhamento:

  • Você tem outros comentários, dúvidas ou preocupações?

Veja abaixo outro exemplo da nossa pesquisa sobre o envolvimento do funcionário.

Perguntas quantitativas:

Quando você comete um erro, com qual frequência seu supervisor responde de forma construtiva?

  • Sempre
  • A maior parte do tempo
  • Mais ou menos metade do tempo
  • De vez em quando
  • Nunca

Pergunta qualitativa:

  • O que seu supervisor precisa fazer para melhorar o próprio desempenho?

Agora que você sabe o que são dados qualitativos e quantitativos e as diferenças entre esses dois métodos de pesquisa, será mais fácil entender melhor como usá-los em conjunto. Eles poderão ajudar você no seu próximo projeto usando um dos nossos modelos de pesquisa elaborados por especialistas.

Veja como a SurveyMonkey pode incentivar sua curiosidade