PATRÍCIA BEIRA GRANDE - Centro Paroquial de Paderne / ESEC UAlg

Não tirando à filosofia a origem dos seus conteúdos mas reformulando-os, a crença de que as crianças possuem a capacidade de pensamento abstrato desde a tenra idade, fez com que Lipman acreditasse que trazer a lógica para a educação mais cedo iria ajudá-las a melhorar a suas habilidades de raciocínio. Nesta perspetiva interpretativa do “bem pensar”, o pragmatismo ganha voz, contrariando o fundamentalismo. A possibilidade de errar passa assim a ser um requisito essencial ao good thinking, que faz deste um processo em constante renovação. Desta forma, pretendo apresentar a Filosofia para crianças da seguinte forma:

Filosofia para Crianças – Breve contextualização história;

Pensar sobre o pensar;

Novelas e outros estímulos;

Na Roda da Conversa: Comunidades de Investigação Filosófica (Matthew Lipman e Ann Sharp);

Viagem ao mundo do pensamento – os segredos e outras práticas.

T