Fazer loginInscrever-se
Resultados do blog
Mostrando 0 de 0 resultados
Mantenha a curiosidade! Você vai encontrar algo.
Tendências

Estamos cada vez mais dependentes dos nossos celulares: aqui está a prova

Estamos cada vez mais dependentes dos nossos celulares: aqui está a prova

Assim que o relógio marca 7h30, surge um som familiar: o alarme do celular.

Você corre para desligá-lo e fica aliviado quando isso acontece. Com o celular convenientemente à sua frente, você começa a ler emails.

Depois de responder às mensagens urgentes, você acessa as redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram, etc.

Essa é uma simples rotina para acordar. Imagine todas as formas como você usa seu celular durante um dia!

Para não precisarmos ficar imaginando e obter respostas concretas, perguntamos para 412 pessoas do SurveyMonkey Audience sobre as formas como elas usam e se comportam com o celular.

Veja o que elas nos disseram (entre enviar uma mensagem de texto e gravar um stories):

Qual é a sua curiosidade? 
Use o SurveyMonkey Audience para testar ideias com seu mercado-alvo. 
Começar

Seu celular oferece infinitos casos de uso.

Para que as pessoas realmente usam os celulares no dia a dia?

  • Mensagens de texto (87%)
  • Emails (76%)
  • Alarme (76%)
  • Redes sociais (64%)
  • Ler blogs e notícias (60%)
  • Compras (57%)
  • Escutar música (56%)

Com casos de uso tão diversos, é fácil entender por que as vendas de laptops caíram e as livrarias e shoppings estão em declínio.

Será que a tendência de usar o celular para praticamente tudo continuará? É provável. Jovens adultos (18 a 29 anos) usam o celular com mais frequência em todos os casos de uso acima. Além disso, a probabilidade de eles usarem o celular para serviços bancários online (72%), jogos (65%), responder a questionários (55%) e assistir a shows/filmes (50%) é maior.

Falar ou escrever? Os comandos de voz estão conquistando as pessoas.

Os comandos de voz se tornaram populares. Praticamente metade dos usuários de celular usa o recurso. No entanto, a surpresa está, na verdade, na frequência de uso e em como ele é usado.

Descobrimos que 45% das pessoas usam comandos de voz pelo menos uma vez por semana e 16% pelo menos uma vez por dia. Homens e jovens adultos têm maior probabilidade de usar o recurso: 66% e 57% deles, respectivamente, o usam pelo menos uma vez por semana.

Há inúmeras utilidades para os comandos de voz. Veja algumas formas populares de uso:

  • Mensagens de texto (54%)
  • Pesquisa na internet (53%)
  • Ligações telefônicas (49%)

Está acordado? Então você provavelmente já usou seu celular hoje.

Você dorme com o celular perto da cama? Descobrimos que a maioria das pessoas faz isso.

Também descobrimos que usar o celular é a atividade mais popular das pessoas logo que acordam, seguida por escovar os dentes e beber café.

Ela é particularmente popular como primeira atividade matinal entre as pessoas que usam aplicativos de exercícios (58%) ou entre os jovens adultos (65%). Entre os jovens adultos que usam aplicativos de exercícios, esse número sobe para 75%.

As pessoas não poupam esforços para proteger o celular.

Em algum momento, você derrubará o celular, seja na calçada ou no sofá. Dependendo da sua falta de sorte, até no vaso sanitário. 

Como a queda de celulares normalmente resulta em trincados e danos, a maioria dos proprietários de celular investe em proteção. Cerca de 66% dos nossos respondentes compram uma capa. Jovens adultos são mais cuidadosos: 73% deles compram uma capa.

O que você faria para evitar a perda do seu celular?

Por exemplo, imagine que você esteja na plataforma de trens e um vento forte joga seu celular nos trilhos.

Você pularia nos trilhos para pegá-lo? Procuraria por um policial para ajudar a recuperá-lo? Ou desistiria dele?

Ao apresentarmos essa situação para nossos respondentes, a primeira opção foi a mais popular (39%). Nossa disposição em arriscar nossa própria saúde para proteger o celular mostra que ele é um dos nosso bens mais valiosos.

Para muitos de nós, o celular é tudo. Ele nos acorda, nos mantêm atualizados sobre as notícias, permite que façamos compras e nos ajuda a nos conectar com outras pessoas. A possibilidade de perdê-lo nos leva a gastar mais e agir de maneira indesejada.

É isso. Agora, se você estiver lendo isto no celular, pode descansar os olhos.