Fazer loginInscrever-se
Resultados do blog
Mostrando 0 de 0 resultados
Mantenha a curiosidade! Você vai encontrar algo.
Equipes

Entrevista: Dicas de pesquisa de nossa especialista

Entrevista: Dicas de pesquisa de nossa especialista

Você já nos conhece como desenvolvedores de soluções de pesquisa, mas sabia que usamos nosso próprio software para criar e enviar centenas de pesquisas todo ano? Temos parcerias com jornais como o New York Times, Fortune, CNBC e Axios para sondar os problemas que afetam as pequenas empresas e a política dos EUA, e com empresas como a HubSpot para coletar insights do mercado. Nossa equipe de especialistas em pesquisa colabora com as partes interessadas nessas pesquisas diariamente. É o trabalho em equipe que ajuda a gerar as pesquisas e os resultados que viabilizam mudanças positivas nas empresas e na sociedade. Perguntei para Erin Pinkus, especialista em pesquisas sênior aqui na SurveyMonkey sobre o trabalho em equipe e como ela aborda a análise das pesquisas. Esta foi nossa entrevista:

Erin, quais são as primeiras coisas a se fazer ao começar um projeto de pesquisa? 

Primeiro, verifique se alguma pesquisa que conduziu recentemente já tem as informações de que precisa. Se houver uma lacuna de informações, sugiro reunir a equipe e definir o objetivo da pesquisa. Ter um objetivo ajuda a obter dados relevantes que você e as partes interessadas na pesquisa possam usar. Se o objetivo for entender qual valor clientes tiram de um evento trimestral, as perguntas da pesquisa devem enfocar exatamente nisso. Pergunte sobre a experiência que participantes tiveram no evento do trimestre passado. 

Digamos que você não tem tanta familiaridade com o assunto. Nesse caso, é importante envolver uma pessoa especialista no assunto, para escrever perguntas melhores. 

Recomendo envolver pessoas da sua equipe no começo do processo, para que todos estejam a par dos objetivos da pesquisa. Também pode ser fácil deixar passar uma pergunta ou tema importante para sua análise quando se perto demais de um projeto. Outras pessoas na equipe podem descobrir pontos cegos na pesquisa antes da coleta de dados.

Qual é o tamanho ideal de uma pesquisa? 

Pode ser tentador criar uma série longa e ampla de perguntas para cobrir vários temas em uma só pesquisa, mas você corre o risco de perder o foco e acabar cansando as pessoas a ponto de elas desistirem de responder. Chegar a um equilíbrio bom entre o tamanho da pesquisa e os diferentes objetivos pode ser difícil, mas é importante, principalmente do ponto de vista de quem responde. Integrantes da minha equipe descobriram pelas nossas pesquisas que as pessoas tendem menos a dar feedback no futuro se tiverem tido uma experiência ruim com uma pesquisa

Saber em quais pesquisas seus colegas de equipe estão trabalhando é crucial, principalmente se vocês estiverem enviando pesquisas para as mesmas pessoas. Por exemplo, se estiver em uma equipe que está coletando dados de feedback para orientar iniciativas de experiência de clientes, sua equipe pode acabar enviando várias pesquisas ao mesmo tempo para as mesmas pessoas, e isso por si só pode ser uma má experiência de cliente.   

Se você fizer parte de uma equipe pequena e precisar de uma opinião profissional, o SurveyMonkey Genius pode ser muito útil. Você pode receber sugestões para perguntas e opções de resposta enquanto cria a pesquisa, por exemplo. É como ter seu próprio especialista em metodologia de pesquisa pronto para verificar se você está enviando uma pesquisa de qualidade. 

Em que parte do processo da pesquisa você pensa na análise? 

Você precisa ter certeza de que está fazendo as perguntas certas e tem respostas suficientes para poder tomar boas decisões com base nos seus dados, além de pensar sobre os grupos de comparação antes de lançar a pesquisa. Verifique as respostas à medida que os dados chegam e veja se tem o suficiente em cada subgrupo de interesse antes de encerrar o questionário.

Colabore em equipe para obter resultados melhores com suas pesquisas
Adicione mais vagas de participante à equipe, colete feedback em grande escala e cause impactos ainda maiores.
Saiba mais

Agora, a parte divertida: a própria análise. Por onde começar? 

Eu procuro pelas constatações mais interessantes. Lembra dos subgrupos sobre os quais tinha curiosidade? Comece por eles. Veja como se comparam uns com os outros. Você pode descobrir algo interessante ou se inspirar para se aprofundar mais em outro grupo.

Dedique tempo à análise do feedback qualitativo, além do quantitativo. Na SurveyMonkey, automatizamos parte disso para você, o que ajuda a poupar bastante tempo. Por exemplo, eu uso a análise de sentimento e a nuvem de palavras juntas para ter uma noção de como as pessoas responderam às perguntas abertas e para visualizar os dados. 

Qual é seu principal conselho para uma equipe colaborando em uma pesquisa? 

Todos precisam estar se comunicando desde o início, principalmente se a pessoa que escreveu a pesquisa não for a mesma que vai analisar os dados. A comunicação em equipe ao longo de todo o ciclo de vida do projeto é crucial. 

Nós sempre dizemos que o trabalho em equipe gera o trabalho dos sonhos. Enquanto você trabalha com sua equipe para criar, enviar, compartilhar e analisar pesquisas, espero que algumas das dicas da Erin ajudem a obter os resultados de que precisa para tomar grandes decisões impactantes.