Fazer loginInscrever-se
Resultados do blog
Mostrando 0 de 0 resultados
Mantenha a curiosidade! Você vai encontrar algo.
Audience

Cinco dicas de especialistas para potencializar seu marketing de conteúdo com pesquisas

Cinco dicas de especialistas para potencializar seu marketing de conteúdo com pesquisas

Para profissionais de marketing B2B, um bom conteúdo de liderança de ideias traz benefícios duradouros.

Essa pode ser uma ótima maneira de atrair a atenção da mídia, elevar uma marca e interagir com clientes. A criação de conteúdo também é uma ótima maneira de criar pontes para vendas futuras. De acordo com a DemandGen, 47% dos compradores B2B dizem que consomem normalmente de três a cinco artigos de conteúdo antes de contatar uma pessoa representante de vendas. 

O lado ruim? Há muito conteúdo por aí. Como profissional de marketing, como você separa o joio do trigo para criar um conteúdo que as pessoas notam?

“As pessoas não criam links para artigos de qualidade mediana ou que dão conselhos gerais”, diz Andy Crestodina, cofundador da Orbit Media Studios. “Elas criam links para estatísticas, textos curtos de alto impacto e coisas que ajudam a comprovar seu ponto de vista.”

Usar pesquisas de mercado para marketing de conteúdo

De acordo com a nossa pesquisa, isto é o que as pessoas dizem sobre a importância da pesquisa de conteúdo:

Estatística 2 de marketing de conteúdo B2B

Lançar pesquisas de conteúdo que oferecem pontos de dados interessantes e insights reveladores é algo dentro do alcance de qualquer profissional de marketing. As pesquisas de mercado são uma maneira rápida e fácil de coletar dados que ajudam você a criar uma estratégia de conteúdo única, relevante e envolvente. 

As pesquisas permitem que profissionais de marketing de conteúdo façam afirmações importantes para suas mensagens ou propostas de valor. Escolha um tema que você deseja vincular à sua empresa, crie uma pesquisa sobre isso e os dados que coletar proporcionarão peso, credibilidade e alcance ao seu conteúdo instantaneamente.

“Quanto tempo leva para se escrever uma publicação de blog? Ninguém sabe. Por isso, fiz essa pergunta para 1.000 blogueiros e blogueiras. Desde o ano passado, tem demorado três horas e meia. Encontramos dados que faltavam, publicamos e vencemos na internet por um dia. Mais de 1.800 sites criaram links para aquele URL ao longo dos anos. É impressionante.”

Andy Crestodina

Confira estas cinco etapas para criar conteúdos de sucesso usando uma pesquisa de mercado.

1. Estabeleça um objetivo para sua pesquisa de conteúdo

Comece sua pesquisa identificando seus objetivos e criando conteúdos que vão ajudar a alcançá-los. Em seguida, use a pesquisa para ajudar a destacar seu conteúdo. Alguns objetivos para se levar em conta na sua pesquisa de conteúdo são:

  • Gerar cobertura midiática
  • Elevar o conhecimento da marca ou da empresa
  • Incentivar visitas ao seu site 
  • Gerar demanda ou clientes potenciais

Se seu objetivo for elevar a cobertura midiática, sua pesquisa pode abordar temas de liderança de ideias que interessem a um público mais amplo. Use os dados que coletar para criar um artigo de opinião que possa ser veiculado pela sua equipe de comunicação.

Se seu objetivo for gerar clientes potenciais, considere um relatório de alto valor repleto de estatísticas úteis para colocar no seu site. Use as estatísticas para promover o relatório por meio de anúncios pagos ou orgânicos nas redes sociais.

Independentemente do seu objetivo, criar conteúdo de qualidade será mais fácil se estiver acompanhado de uma pesquisa atual e relevante.

2. Escolha um tema que se alinhe com seu objetivo

Nem sempre é fácil encontrar ideias de conteúdo interessantes e escrever algo novo e convincente.

É aí que entra a pesquisa. Ela permite expandir a esfera de temas em áreas periféricas vinculadas aos seus objetivos de negócios. Ela oferece maneiras criativas de envolver seu público com uma estatística ou um insight que atrai as pessoas.

“O ponto inicial para nós foi encontrar a estatística que faltava. Procure por algo que é frequentemente afirmado no seu setor mas que é raramente corroborado por evidências.”

Andy Crestodina

Comece seu projeto de pesquisa escolhendo uma ideia de conteúdo relevante para sua marca e na qual sua empresa tenha alguma autoridade. Dedique tempo para encontrar um tema que interesse ao seu público, responda a perguntas que ainda não foram respondidas ou que tenham relação com a mensagem da sua marca.

Talvez você precise fazer uma nova oferta de produto B2B, como uma ferramenta de web design. Em vez de escrever sobre a expansibilidade e a facilidade de uso, que tal começar com uma estatística com a qual os desenvolvedores de web se identificam? 

“Nós começamos com a pergunta: qual é a vida útil de um site? A resposta é dois anos e sete meses. Esses dados tornam minha mensagem de vendas, ‘Redesenhe seu site’, mais convincente.” 

Andy Crestodina

Derrubar mitos ou investigar áreas desconhecidas também são ótimos começos. Na SurveyMonkey, nós sabemos que as equipes de RH são grandes usuárias de pesquisas como uma maneira de descobrir mais sobre a experiência dos funcionários. Alguns meses atrás, o termo “microagressão” recebeu bastante atenção, mas gerava ambiguidade. Por isso, lançamos um estudo para melhor entender como as pessoas se sentiam com relação a microagressões e o que elas queriam que o RH fizesse a respeito.

Fizemos algumas descobertas surpreendentes, como o fato de que 60% das pessoas já presenciaram uma microagressão. Por outro lado, somente 40% das pessoas queriam que o RH se envolvesse. Com esse tipo de pesquisa, você pode não somente aproveitar a onda de interesse nesse tema, mas também fornecer informações valiosas a um público que você quer que tenha interesse na sua empresa.

“Você pode fazer uma afirmação em uma área específica. Você pode se afiliar ao tipo de tema ao qual você deseja se associar. E você pode criar algo totalmente único, instigante e digno de escrever sobre isso. Nós recorremos a pesquisas originais o tempo todo para fazer isso.”

Colette Des Georges, SurveyMonkey

3. Desenvolva sua pesquisa incluindo as perguntas certas

As melhores pesquisas revelam insights surpreendentes e intelectualmente instigantes ou respondem a uma pergunta clara. Criar perguntas que trarão esses resultados é crucial para uma pesquisa eficaz.

A melhor maneira de criar perguntas de pesquisa eficazes é trabalhar partindo do resultado desejado da pesquisa. Digamos que você esteja planejando escrever um artigo que explore uma determinada ideia ou tema, como inovação no ambiente de trabalho. Sua tese pode ser que as empresas que inovam são mais bem-sucedidas. Os tipos de insight que você poderá descobrir incluem:

  • Como se define inovação?
  • Quanto as empresas valorizam a inovação?
  • Quais são os resultados observados da inovação?
  • Clientes se importam com a inovação?

Embora sua tese seja a conclusão principal da pesquisa, as outras perguntas fornecerão dados que corroboram (ou refutam) seu raciocínio e possivelmente descobrem alguns insights ainda mais interessantes.

Os tipos de pergunta que você fizer também contribuem para o tipo de dados que coletar. Aqui está uma lista de alguns tipos de pergunta a se considerar:

Perguntas de múltipla escolha têm boas chances de fornecer muita informação com facilidade para responder e analisar. Você obtém respostas estruturadas que podem ser de alternativa, que fornecem resultados mais definidos, ou de lista de seleção, que fornecem resultados em dados que não tendem a uma direção específica.

Perguntas de escala permitem que respondentes escolham entre várias opções e ajudam a revelar sentimentos com relação a um tema. Para uma pesquisa de mercado, as perguntas de escala Likert oferecem um intervalo de respostas, como de “Muito mais” a “Muito menos” e de “Extremamente” a “Nem um pouco”. Essas respostas podem ser agrupadas para criar estatísticas mais sólidas.

Perguntas polarizadas são feitas para gerar estatísticas contundentes. Por fornecer somente poucas opções, com as quais as pessoas provavelmente concordam ou discordam totalmente, você pode usar uma pergunta polarizada para enfatizar a afirmação que está tentando fazer.

Perguntas abertas, que permitem que as pessoas escrevam uma resposta, podem revelar pontos de vista muito interessantes e menções importantes. A pesquisa de microagressões mostra como esse tipo de narrativa pode suplementar uma estatística numérica de maneira muito eficaz.

“Mesmo se não for um avanço revolucionário, ter uma estatística torna tudo um pouco mais interessante.”

Colette Des Georges

4. Segmente o público certo

Abordar as pessoas certas para responderem à sua pesquisa pode ser um desafio, principalmente no caso de uma pesquisa B2B. Muitos profissionais de marketing formarão suas listas de respondentes em canais de redes sociais, como o LinkedIn ou o Twitter. No entanto, se você enviar sua pesquisa para sua própria lista, provavelmente haverá um viés nos seus respondentes. 

Os painéis online podem ser uma grande melhoria para sua pesquisa. Um painel de respondentes online dá acesso a respondentes qualificados de todo o mundo e a habilidade de escolher seu público-alvo exato com base em dados demográficos, situação empregatícia, cargo, entre outros.

Quantas pessoas você precisa alcançar? Nossa pesquisa mostra que 66% das pessoas dizem que 1.000 é o menor tamanho de amostra para que um conteúdo que cite pesquisas e dados seja confiável. No entanto, uma pesquisa de marketing não é uma pesquisa médica; ela só precisa respaldar uma mensagem ou atingir um objetivo de marketing. Dependendo de como você estiver usando suas estatísticas, mesmo cem respondentes já pode ser suficiente para passar sua mensagem. 

O que poderia até ser mais importante do que o tamanho da amostra é o equilíbrio de respondentes para que a pesquisa não fique tendenciosa para um perfil demográfico específico. Os perfis demográficos mais importantes para equilibrar são normalmente gênero e idade. 

Adicionar perguntas de qualificação também pode ajudar a segmentar seu público. Se estiver procurando por um segmento específico de usuários que pode ser difícil de encontrar em um painel, é possível adicionar algumas perguntas que ajudam a abordar seu público exato.  

Fazer perguntas como, “sua empresa é B2B ou B2C” ou “quantos anos de experiência você tem?” pode ajudar profissionais de marketing a focar em respondentes com experiência suficiente para darem respostas relevantes.

5. Obtenha o máximo valor de sua pesquisa

A triste verdade é que o melhor conteúdo nem sempre vence. Às vezes, o que vence é o mais bem-promovido. É por isso que é importante ter um plano para sua pesquisa de conteúdo e descobrir se seu esforço está tendo a maior visibilidade possível.

Um truque para melhorar a visibilidade do seu conteúdo é otimizar o SEO das frases-chave. Assim, se uma jornalista, influenciadora ou blogueira estiver procurando por um conteúdo específico, digamos, novidades de compras pela internet para as festas de fim de ano, sua pesquisa poderá aparecer quando a pessoa estiver procurando estatísticas. E, se sua pesquisa for original, ela vai colocar um link para sua pesquisa, compartilhá-la nas redes sociais e até usar seus gráficos ou imagens.

Outra estratégia é criar vários tipos de conteúdo sobre sua pesquisa. De posts de blog a infográficos para webinars; cada tipo de conteúdo pode atrair um público diferente e ajudar você a alcançar seus objetivos.

“Tente fazer pelo menos seis coisas diferentes com sua pesquisa. E pense nos seus objetivos. É líder de ideias? Se sim, tente escrever um post como pessoa convidada em um blog ou tente dar uma entrevista em podcast. Para gerar clientes potenciais, experimente webinars ou avaliações online. Para menções na mídia, foque em comunicados à imprensa.” 

Michele Linn, cofundadora da Mantis Research

Faça sua própria pesquisa

Nós já temos uma porção de recursos disponíveis para você começar seu próprio projeto de pesquisa de conteúdo de sucesso. Você pode saber mais sobre como usar pesquisas para promover marketing de conteúdo e liderança de ideias em nosso guia avançado.

Caso já queira começar, visite nosso site para saber mais sobre como criar uma pesquisa e usá-la para alcançar seu público-alvo. 

Que tal começar agora?
Saiba mais sobre as Soluções de Pesquisa de Mercado da SurveyMonkey.
SAIBA MAIS

Fonte: pesquisa do SurveyMonkey Audience com 1.054 adultos dos EUA de 18 a 65 anos