Fazer loginInscrever-se
Resultados do blog
Mostrando 0 de 0 resultados
Mantenha a curiosidade! Você vai encontrar algo.
COVID-19 e a reimaginação do trabalho

Enquete da SurveyMonkey e do Zoom: o futuro do trabalho

Enquete da SurveyMonkey e do Zoom: o futuro do trabalho

O futuro “híbrido” do trabalho significa algo diferente para cada pessoa

A grande maioria das pessoas que trabalharam em home office no ano passado (72%) disseram que seu local de trabalho provavelmente terá uma política mais flexível de trabalho remoto após a pandemia da COVID-19 do que tinha antes. Embora um dia tenha sido a norma aparecer pessoalmente para falar com o(a) chefe, conhecer novos clientes ou fazer reuniões com toda a equipe, o ano passado mostrou como muitas dessas atividades podem ser feitas online. 

Em vez de continuar trabalhando só em casa ou só no escritório, a maioria das pessoas que trabalharam em home office preferem um modelo híbrido. Dois terços das pessoas que estão trabalhando de casa este ano (65%) dizem que sua escolha ideal para um regime de trabalho no futuro seria uma mistura entre trabalhar em casa e no escritório, sendo que metade delas (33%) prefere trabalhar majoritariamente no escritório e a outra metade (32%) prefere trabalhar majoritariamente em casa. 

Para comparar, apenas 20% das pessoas dizem que seu regime de trabalho ideal é somente no escritório, e ainda menos (15%) preferem apenas o home office. 

Trabalhadores jovens são os que menos tendem a dizer que preferem trabalhar somente em casa (apenas 10%, enquanto 15% de todos os trabalhadores disseram o mesmo) e tendem mais a preferir um regime híbrido mais voltado ao trabalho no escritório (41%, enquanto 33% de todos os trabalhadores disseram o mesmo).

Trabalhadores da área de tecnologia são a exceção: 24% trabalhariam somente de casa.

No ambiente de trabalho híbrido de um futuro próximo, as pessoas podem escolher entre ir ao escritório ou não, dependendo do cronograma do dia. Das pessoas que puderam trabalhar de casa, mais da metade (56%) disse que prefere participar de reuniões grandes virtualmente, 44% preferem trabalhar em projetos de casa e em pequenos grupos e 43% fazer chamadas individuais com o supervisor ou a supervisora em casa. Embora ainda seja uma minoria, 26% disseram que preferem falar até com novos clientes virtualmente.

A tecnologia de colaboração no local de trabalho foi essencial durante a pandemia

Quase um ano inteiro após o início da pandemia da COVID-19, 58% das pessoas que trabalharam de casa recentemente disseram que usam ferramentas de colaboração mais do que usavam um ano atrás.

Mais da metade das pessoas que trabalharam de casa (53%) dizem que essas ferramentas de colaboração facilitaram o trabalho no ano passado. 

Trabalhadores de todas as etnias que trabalharam de casa têm a mesma inclinação a dizer que usar ferramentas de colaboração facilitou seu trabalho. Trabalhadores com 65 ou mais anos de idade tendem menos a dizer que usar ferramentas de colaboração facilitou trabalhar no ano passado do que trabalhadores jovens.

Muitas pessoas querem muito voltar a trabalhar pessoalmente

Dois terços dos trabalhadores (66%) que puderam trabalhar de casa disseram que estão ansiosos para voltar a trabalhar pessoalmente; praticamente o dobro das pessoas que estão apreensivas com voltar a trabalhar presencialmente (31%). 

Profissionais de ensino estão especialmente ansiosos para voltar a trabalhar pessoalmente (73%), enquanto que funcionários públicos tendem muito mais a dizer que preferem não voltar a trabalhar presencialmente (47%). Entre os trabalhadores da área de tecnologia, 58% estão ansiosos e 40% não querem voltar a trabalhar presencialmente.

Saiba mais sobre nossa metodologia de enquetes aqui