Cinco técnicas de ensino para o uso de testes online

Embora os testes não andem muito populares hoje em dia, estudos mostram que aplicá-los com frequência certamente ajuda os alunos a reter informações em ambientes de ensino online e tradicionais. Por sorte, você não precisa prejudicar sua boa relação com os alunos para aproveitar os benefícios dos testes. Veja aqui cinco técnicas de ensino inovadoras que usam testes online para transformar avaliações estressantes em experiências divertidas de aprendizado para sua turma:

1. Use testes com frequência como uma das suas técnicas de ensino

Considere pedir aos seus alunos que realizem testes online para avaliar a compreensão deles sobre os assuntos discutidos em aula. Esses testes, que podem ser curtos e informais, incentivam os alunos a prestar atenção às aulas e ajudam você a medir o nível de aprendizado da turma em tempo real.

2. Incentive a colaboração com atividades divertidas em sala de aula

Quando os testes passam a fazer parte das atividades de sala de aula em vez de serem encarados como uma maneira de classificar os alunos, eles podem se tornar oportunidades de estimular a colaboração. Além disso, usar testes colaborativos como parte das suas técnicas de ensino incentiva os alunos a estudar mais para que possam ajudar os colegas a se saírem bem.

É claro que os testes colaborativos precisam ter um equilíbrio entre trabalho em grupo e individual. Para isso, uma ideia é selecionar aleatoriamente dois alunos para criar uma "cola" no quadro antes de cada teste. Esses alunos precisarão trabalhar juntos, sem consultar livros nem anotações, para criar uma cola em até três minutos. Depois, todos os alunos trabalhariam nos testes individualmente, consultando a cola no quadro.

3. Dê feedback útil sobre cada pergunta do teste

Pesquisas mostram que o feedback corretivo detalhado é uma parte essencial das técnicas de ensino dos instrutores, pois melhora a retenção de informações. Além disso, quando um professor dá feedback corretivo imediatamente, o aluno tem mais chances de se lembrar desse feedback no futuro. Felizmente, os testes online facilitam o processo de dar (e receber) feedback.

Ajude seus alunos a encontrar a resposta correta na próxima vez que uma pergunta aparecer adicionando feedback personalizado aos seus testes online. Para obter os melhores resultados, inclua a resposta correta e o contexto relevante para embasá-la. Outra ideia é consultar as análises do teste para ter uma visão holística do desempenho dos seus alunos. Você poderá, então, preparar uma aula de revisão incluindo os assuntos com os quais os alunos tiveram mais dificuldade.

4. Torne os testes mais interessantes usando diferentes tipos de perguntas

Caso você aplique testes com frequência, é importante variar os tipos de perguntas para manter o interesse da turma ao longo do tempo. Essas perguntas também ajudam os alunos a aprender a aplicar o conhecimento de modo eficaz em várias situações. Mantenha seus alunos interessados usando estes diferentes tipos de perguntas nos seus testes:

  • Peça aos alunos que relembrem soluções simples com perguntas de múltipla escolha e caixa de seleção. Essas perguntas são ótimas para testes informais, pois são fáceis e não exigem muito tempo.
  • Teste a capacidade dos seus alunos de ordenar eventos importantes e outras informações com perguntas de classificação. Esse tipo de pergunta é ótimo para a revisão de unidades sobre assuntos como as etapas do método científico ou a linha do tempo da Revolução Americana.
  • Peça respostas curtas aos alunos com perguntas de preenchimento de lacunas. Elas são ótimas para fixar fatos específicos.
  • Ajude os alunos a dar respostas curtas rapidamente usando perguntas com uma caixa única de texto. Essas perguntas são ótimas para testes com pouco tempo disponível, pois podem ser respondidas rapidamente.
  • Peça aos alunos que expliquem conceitos complexos com perguntas abertas. Embora sejam mais difíceis de avaliar, essas perguntas dão aos alunos a liberdade de explicar exatamente o que sabem.

Alguns tipos de perguntas são, inevitavelmente, mais difíceis do que outros. Se quiser que os resultados do seu teste representem com precisão o aprendizado de cada aluno, atribua pesos diferentes às questões com base na dificuldade delas. Por exemplo, perguntas abertas complexas sempre devem valer mais do que perguntas simples de múltipla escolha.

Deseja entender como os pais estão apoiando o aprendizado dos alunos em casa? Consulte nosso Modelo de suporte de aprendizado.

5. Impeça a cola usando testes online

Talvez você tenha receio de atribuir testes online às suas turmas por causa dos aplicativos de mensagens, que podem ajudar os alunos a compartilhar respostas uns com os outros. Na verdade, os testes online podem impedir a cola em vez de incentivá-la. Impeça os alunos de obter vantagens injustas colando ao usar Testes A/B para randomizar as perguntas ou até criar dois testes diferentes para a turma.

A maneira como avaliamos o aprendizado muda constantemente. Prepare seus alunos para qualquer avaliação com testes online que aumentam a autoconfiança deles para enfrentar exames padronizados e permitem que eles apliquem os novos conhecimentos a uma grande variedade de perguntas, problemas e situações. Essas técnicas de ensino para testes online podem ajudar seus alunos a entender que não basta estar na aula para aprender, é necessário encontrar soluções.

Veja como a SurveyMonkey pode incentivar sua curiosidade