Fazer loginInscrever-se
Resultados do blog
Mostrando 0 de 0 resultados
Mantenha a curiosidade! Você vai encontrar algo.
Cultura

Reimaginando o ambiente de trabalho depois do coronavírus: como voltaremos ao trabalho?

Reimaginando o ambiente de trabalho depois do coronavírus: como voltaremos ao trabalho?

Uma das lições mais importantes que eu aprendi durante meus nove anos na SurveyMonkey é a importância de pedir a opinião dos funcionários, escutar bem e usar o feedback recebido para ajudar a tomar decisões importantes. Essa é a essência da nossa cultura e como nós evoluímos e criamos nossos programas, e isso se tornou ainda mais crucial quando nossa equipe e o mundo tiveram que se adaptar à realidade de uma pandemia.

Quando a crise do coronavírus começou, havia inúmeras decisões a se tomar, e tínhamos que agir rápido. Nossos funcionários estavam prontos para trabalhar em casa? O que podíamos fazer para dar apoio a eles? Que preocupações eles tinham sobre seus empregos, a empresa e o equilíbrio entre as vidas pessoal e profissional? Foi quando nossa sondagem da diretoria executiva e da gerência diante do coronavírus vieram a calhar, e os resultados foram incrivelmente valiosos, pois formulamos políticas de trabalho remoto e resolvemos os desafios que nossos funcionários estavam enfrentando.

Mas, mesmo durante uma crise, nós tentamos pensar alguns passos à frente. Embora não saibamos quando a curva será achatada e a crise terminará, perguntar para nossos funcionários sobre voltar ao escritório foi o próximo passo lógico. Nossas equipes de liderança e RH reconheceram que não podemos esperar que as coisas voltem a ser como antes. Precisamos reimaginar como será o trabalho no futuro e, para isso, precisamos das opiniões de nossos funcionários para mudarmos para algo novo e melhor do que antes. 

Usamos nosso modelo de pesquisa de opinião sobre a volta ao trabalho diante do coronavírus para entender as preocupações dos funcionários, bem como o que os deixaria mais confortáveis com relação a retornar ao escritório quando for o momento. E nossa força de trabalho nunca falha: 71% de nossos funcionários responderam, e recebemos insights mais do que suficientes sobre o que estavam sentindo.

A volta ao escritório afeta a saúde e o bem-estar das pessoas, o que torna isso uma questão profundamente delicada e pessoal. À medida que as organizações começam a pensar em como vão retornar ao ambiente de trabalho, nós achamos que é essencial incluir os funcionários nessa discussão. Veja o que descobrimos com nossa pesquisa e como os resultados deram início a conversas e novas ideias.

A ansiedade ainda está alta (e nós entendemos)

A reação geral da nossa força de trabalho a voltar para o escritório foi de cautela, ansiedade e incerteza. Embora as pessoas pareçam estar se acostumando ao "novo normal" do trabalho remoto, com mais pessoas dizendo que estão achando mais fácil trabalhar bem, o mesmo problema persiste: as pessoas citaram ansiedade em geral (48%), isolamento social (43%) e o equilíbrio entre as vidas pessoal e profissional (36%) como os maiores desafios. 

Também pedimos para descreverem em uma palavra como se sentem sobre voltar ao escritório. Embora “angustiado(a)” e “animado(a)” tenham pesos semelhantes na nuvem de palavras das respostas, também demos uma olhada em todos os sinônimos de “angustiado(a)”, e esse sentimento ganhou de lavada.

returning-to-work-word-cloud-e1589477910756_pt-BR

O que podemos fazer para reduzir a ansiedade? 

Quando perguntamos o que deixaria nossos funcionários mais confortáveis sobre voltar ao trabalho, os dados revelaram: 

  • Disponibilidade de uma vacina (66%)
  • Protocolos de higiene do local de trabalho, como faxinas noturnas (60%) e estações de higiene das mãos (60%)
  • Disponibilidade de testes de anticorpos (58%)
  • Limitar a quantidade de funcionários no prédio com um rodízio de horários ou dias (51%)
  • Orientações do governo dizendo que é seguro voltar ao trabalho (49%)

Enquanto coisas como vacinas e testes de anticorpos ainda estão fora do nosso controle, foi interessante ter uma ideia do tipo de políticas de trabalho que nossos funcionários gostariam ou esperavam ver. Nós entendemos que implementar essas políticas não os deixará confortáveis e tranquilos da noite para o dia. No entanto, elas servem como um guia e um propulsor para o progresso.

Próximos passos

Pensar em como voltar ao escritório quando a crise do coronavírus melhorar é uma tarefa absurdamente difícil e, como líder de RH, sinto uma enorme responsabilidade de montar um plano para 1.300 pessoas. Essa pesquisa pode não ser um guia absoluto, mas é, de certa forma, uma bússola. Podemos usar os resultados agora para entendermos melhor de que tipo de apoio nossos funcionários precisam e podemos usá-los em um futuro próximo (se tudo correr bem) para montar nossa estratégia de retorno ao escritório.

Por exemplo, os resultados da nossa pesquisa deixaram claro que temos que nos atentar à ansiedade em geral, ao isolamento social e ao potencial de exaustão. Felizmente, nós já tínhamos várias outras programações nesse sentido, já que maio é o Mês da Saúde Mental. Isso inclui discussões sobre criação de filhos, cuidado de dependentes diante do COVID-19 e percepções de desempenho de trabalho e saúde mental. 

Também anunciamos no final de abril que todos os funcionários seriam encorajados a tirar dois “dias flexíveis” remunerados no segundo trimestre. Essa medida foi feita para que os funcionários os usassem para cuidados pessoais, de outras pessoas ou para o próprio bem-estar mental. Mais à frente, continuaremos a pensar em como apoiar nossa equipe, perguntando a nós mesmos se há outros recursos ou soluções que podemos oferecer. 

A crise do coronavírus deixou claro que é mais importante do que nunca se aproximar dos funcionários e pensar muito bem em como eles farão seu trabalho melhor. Perguntar “como você está se sentindo?” e “o que faria você se sentir mais confortável?” constrói uma relação de confiança. A SurveyMonkey permite que você faça isso em grande escala e obtenha o feedback de que precisa. Não há um manual de como lidar com esta crise ou determinar o melhor caminho para voltar ao escritório. Mas simplesmente perguntar para os funcionários já é um ótimo começo.

Para mais recursos para ajudar sua organização a manter uma proximidade com os funcionários, clientes e alunos durante a crise do coronavírus, acesse www.surveymonkey.com/coronavirus. Você encontrará mais detalhes sobre as soluções empresariais de monitoramento de força de trabalho remota e monitoramento de cuidados à saúde no local aqui.