Como testar sua pesquisa: lista de verificação final

Como garantir a qualidade da sua pesquisa antes de enviá-la

Você definiu uma meta para sua pesquisa, terminou de incluir as perguntas e determinou como coletará as respostas. Está tudo pronto para enviá-la a respondentes?

Antes de você fazer isso, teste a pesquisa para ter certeza de que ela está em perfeitas condições para o seu público. Confira esta lista de verificação de dez etapas a serem seguidas antes do envio:

1. Visualize e teste sua pesquisa

O mais importante a ser feito antes de enviar sua pesquisa é visualizá-la. Ao fazer o teste de pesquisa, siga estes tópicos para o questionário pré-teste:

Cronometre o tempo que leva para responder a todas as perguntas. Lembre-se de que seus respondentes sempre terão a impressão de que o tempo real de conclusão é maior. Se ela parecer muito longa, isso significa que, de fato, é longa. Por isso, considere remover algumas perguntas ou incluir a lógica de ramificação para simplificar a experiência.

Visualize a pesquisa em um aparelho móvel. A aparência da pesquisa é diferente e o tempo de conclusão varia dependendo se o respondente usa um computador, tablet ou smartphone. Além disso, as pesquisas ficam diferentes em smartphones Android e iOS. Por isso, se você acredita que muitos respondentes usarão um smartphone para visualizar sua pesquisa, mude o formato das perguntas.

Receba feedback de um amigo ou colega que não trabalhou na pesquisa. Essa pessoa será capaz de dizer se o questionário está muito longo e captar qualquer erro que você tenha deixado passar.

2. Escreva uma introdução

Não se esqueça de incluir uma introdução, pois é uma ótima maneira de informar a respondentes o tópico da pesquisa e de agradecer a participação. Uma frase simples é suficiente. Não sabe o que escrever? Use o objetivo da sua pesquisa. Por exemplo:

"Seu feedback sobre nosso app para iPhone nos ajudará a melhorá-lo e a corrigir problemas. Agradecemos por responder nossa pesquisa."

Se você já tiver uma introdução, verifique se ela não é muito longa. Uma introdução longa, com muito texto, pode afastar respondentes, que terão menos probabilidade de responder à pesquisa.

3. Leia a pesquisa com olhos de respondente

Criadores de pesquisas se concentram tanto em elaborar o conteúdo que se esquecem de torná-lo compreensível para respondentes. Portanto, coloque-se no lugar do seu respondente e preste atenção nas perguntas com estas características:

  • Usam jargões (vocabulário com o qual você tem familiaridade, mas talvez seus respondentes não).
  • Usam uma linguagem complicada. Troque por uma linguagem mais simples que seja facilmente compreendida por qualquer pessoa.
  • Tenham duplo sentido e abordem dois conceitos na mesma pergunta.
  • Respondentes (não sabem ou) não são qualificados para responder.

4. Verifique suas opções de resposta novamente

Você está dando todas as opções de resposta possíveis às perguntas ou é necessário adicionar uma opção "Não se aplica"? Se você não oferecer todas as opções de resposta possíveis, seus respondentes poderão se sentir forçados a escolher aleatoriamente uma resposta à pergunta, gerando, assim, dados incorretos.

Você usa escalas? Em caso afirmativo, verifique se você está usando o mesmo número de pontos de escala de forma coerente em toda a pesquisa. Se uma das suas escalas tiver somente quatro opções de resposta, mas as demais tiverem cinco, você estará perdendo a oportunidade de comparar essa pergunta às outras.

5. Verifique se existem erros de digitação

Corrija possíveis erros de ortografia e gramática. Uma maneira simples de fazer isso é ler a pesquisa em voz alta.

6. Adicione páginas

Proporcione a respondentes um descanso mental adicionando páginas à pesquisa. Criadores de pesquisas costumam colocar 10 ou mais perguntas em uma única página, sem um descanso mental para respondentes, o que torna a pesquisa cansativa. O excesso de perguntas em uma única página também pode tornar as pesquisas mais difíceis de serem respondidas em aparelhos móveis.

No entanto, há uma linha tênue aqui. As perguntas não precisam estar separadas por páginas (exceto se você estiver usando a lógica de ramificação). O excesso de páginas pode exigir um tempo de carregamento maior.

7. Revise a lógica de ramificação

Verifique todos os caminhos possíveis da lógica de ramificação. Erros na programação podem levar respondentes à página errada, comprometendo seus dados. Já vimos, inclusive, erros de lógica que colocam respondentes em um ciclo infinito, não sendo possível concluir a pesquisa.

Se você não usou uma lógica de ramificação, veja se faz sentido todos os seus respondentes responderem a absolutamente todas as perguntas da pesquisa. Inclua uma lógica de ramificação a perguntas que não se aplicam a todas as pessoas.

8. Randomização

A randomização é uma ótima forma de acabar com o viés de ordem. Seria uma boa ideia se as opções de resposta das suas perguntas ou se as próprias perguntas fossem randomizadas?

Se você usar a randomização, verifique novamente se ela está funcionando adequadamente. Criadores de pesquisas podem se esquecer de vincular a última opção de resposta ou acreditar que randomizaram algo quando, na verdade, não o fizeram. Isso pode acontecer quando quem a elaborou não clica em "Não randomizar a última opção", ou seja, a opção "Nenhuma das anteriores" não é exibida na parte inferior e, em vez disso, é inserida aleatoriamente na lista .

9. Conteúdo e linha de assunto do email

Se você estiver enviando o link da sua pesquisa por email ou usando nosso coletor por email, verifique se o conteúdo do email é apropriado. Essa costuma ser a primeira interação entre você e quem responde à pesquisa. Portanto, cause uma boa impressão escrevendo um email breve com as seguintes informações: uma frase sobre o tópico da pesquisa, prazo de conclusão e, é claro, o link (ou informações sobre como responder caso não envie um link).

Você também pode usar sua frase de introdução no corpo do email, em vez de na pesquisa. Além disso, envie alguns emails de teste para se certificar de que o conteúdo ou a linha de assunto não sejam filtrados por spam.

10. Parabéns!

Você conseguiu criar uma ótima pesquisa. Agora, envie essas perguntas a respondentes e aguarde as respostas!

Antes de enviar sua próxima pesquisa, revise todos os itens da lista de verificação. Após fazer suas modificações finais, estará tudo pronto para você começar a coletar dados.

Este artigo faz parte do projeto "Introdução às pesquisas" da SurveyMonkey. Queremos ajudar mais pessoas a criar pesquisas eficazes. Saiba mais sobre o projeto e nosso envolvimento na comunidade de pesquisa.

Descubra como a SurveyMonkey pode aguçar sua curiosidade