Como pesquisas podem ajudar pequenas empresas

Por que 7% das pequenas empresas que realizam pesquisas diárias com os clientes são mais otimistas quanto à sua perspectiva de mercado?

Proprietários de pequenas empresas não são os que mais usam pesquisas. Entre os proprietários de pequenas empresas que entrevistamos, 62% deles afirmaram que "nunca" realizaram pesquisas com os clientes. Por que não? Obter feedback de clientes, funcionários e pessoas do mercado-alvo é inestimável para qualquer negócio, ainda mais para pequenas empresas.

Otimismo é tudo.

Usamos nosso próprio produto para perguntar a mais de 2.000 proprietários de pequenas empresas em todos os EUA sobre o desempenho de seu negócio no atual clima econômico. Descobrimos que as pequenas empresas que realizam pesquisas com os clientes todos os dias são mais otimistas que aquelas que não o fazem. Entre elas, 49% afirmaram que as atuais condições são "boas", superando a média de 38%.

Para esses proprietários de pequenas empresas, não é um simples sentimento. O mesmo grupo se sente muito mais confiante com relação à perspectiva de mercado que os demais. No total, 73% deles afirmaram que esperam um aumento na receita nos próximos 12 meses, superando a média de 55%.

Qual é o posicionamento dos demais grupos? Proprietários de pequenas empresas que nunca realizam pesquisas com os clientes têm níveis médios de otimismo no negócio. No total, 46% deles afirmaram que as atuais condições são boas e 54% esperam que a receita aumente no próximo ano.

Não se convenceu? Em outro estudo, descobrimos que 83% das pequenas empresas que afirmaram ser "bem-sucedidas" medem sua satisfação do cliente. Em comparação, 65% das pequenas empresas que não medem a satisfação afirmam ser "bem-sucedidas".

Onde está a desconexão?

Por que o grupo da pesquisa tem uma perspectiva de mercado melhor que os demais grupos? Não vamos afirmar que o único motivo seja a realização de pesquisas. Há milhões de motivos que fazem com que algumas empresas se sintam mais confiantes que outras: setor, perspectiva de mercado, concorrência.

No entanto, vemos com frequência que feedback de qualidade se transforma em confiança nos negócios. Não é exclusivamente porque os proprietários de negócios obtêm feedback positivo, embora isso também seja bom.

Aborde temas realmente importantes para os clientes.

Normalmente, é o feedback não tão bom que resulta em melhorias mais duradouras.

  • Os clientes acreditam que estejam esperando muito tempo para receber o produto? Acelere o processo.
  • Os clientes acreditam que seu preço é muito alto? Reveja seu modelo de preços.
  • Recebeu avaliações positivas e negativas sobre um funcionário? É hora de rever sua política de atendimento ao cliente.

Ao abordar problemas realmente importantes para os clientes, você sentirá que está no controle da empresa, concentrando-se no que é verdadeiramente importante. Isso com certeza resulta em confiança na sua empresa!

A palavra-chave é "foco".

As pequenas empresas são as que mais entendem a importância do foco. De startups de tecnologia a negócios familiares, se você for proprietário de uma pequena empresa, sabe o que significa não ter horas suficientes no dia.

Às vezes, pode parecer que tudo requer atenção (e talvez seja verdade). No entanto, é fundamental ser capaz de se concentrar no que é realmente importante (ou pelo menos priorizá-lo).

Você quer ter confiança de que esteja no caminho certo? Obtenha dados precisos para garantir que os problemas nos quais você está se concentrando sejam os certos.

Escutar o cliente é muito mais fácil do que você pensa.

Escutar o cliente é fundamental para ajudar as pequenas empresas a se concentrarem no que realmente importa. Você deve estar pensando: "Já sou ocupado o suficiente. Você ainda quer que eu fale o tempo todo com os clientes?"

Bem, sim e não. Falar com os clientes é importante, mas não precisa ocupar todo o seu tempo. É possível obter insights interessantes realizando pesquisas simples. E nós facilitamos ainda mais proporcionando os recursos de que você precisa para criá-las.

Você não precisa ser muito ambicioso para começar. Entre as pequenas empresas que entrevistamos, 20% delas afirmaram que realizam pesquisas trimestralmente ou anualmente. Já 16% delas fazem isso com mais frequência: mensalmente ou até todos os dias.

De qualquer forma, nós garantimos que:

  1. Não é difícil encaixar a realização de pesquisas com clientes na sua agenda ocupada, ainda mais com nossa ajuda.
  2. Você descobrirá problemas nos quais precisa se concentrar e encontrará áreas nas quais precisa melhorar. Isso tudo se transformará em confiança e resultados.

Veja como a SurveyMonkey pode incentivar sua curiosidade