Como desenvolver um plano de análise de dados

Entenda os detalhes necessários para analisar respostas de questionários

Parabéns!

Você recebeu os resultados da sua pesquisa! É revelador. É... um pouco assustador.

Antes de começar a se preocupar, lembre-se de que você já definiu as metas da sua pesquisa. Com base nelas, você criou seu plano de análise de dados de respostas.

O que é um plano de análise de dados?

O plano de análise de dados é um roteiro de como organizar e analisar os dados de pesquisas. Ele ajuda a alcançar os três objetivos relacionados à meta definida antes de começar a pesquisa:

  • Responder às suas principais perguntas de pesquisa.
  • Usar perguntas mais específicas para entender essas respostas.
  • Segmentar os respondentes para comparar as opiniões de diferentes grupos demográficos.

Visão geral: volte às suas metas

Ao planejar sua pesquisa, você criou perguntas gerais. Lembre-se dos seus objetivos quando iniciar o plano de análise de dados.

Por exemplo, digamos que você realizou um congresso para educadores e gostaria de saber a opinião dos participantes sobre o evento. Sua meta da pesquisa era obter feedback das pessoas que participaram do congresso. Para alcançar essa meta, você criou perguntas gerais de pesquisa para obter insights sobre:

Meta da pesquisa de feedback sobre o congresso: obter feedback das pessoas que participaram do meu congresso de educação. Quero obter feedback dos participantes para que eu possa avaliar os pontos fortes e fracos do meu evento e fazer melhorias direcionadas.

Perguntas de pesquisa:

  • Como os participantes avaliaram o evento de modo geral?
  • De quais partes/aspectos do congresso os participantes mais gostaram?
  • Quais partes/aspectos do congresso precisam ser melhorados?
  • Quem são os participantes e quais são as necessidades específicas deles?

Ao voltar à sua meta e às suas perguntas de pesquisa, você terá os objetivos em mente e estará pronto para planejar como organizará os dados da sua pesquisa.

Dê uma espiada nos resultados das suas principais perguntas de pesquisa

Normalmente, o plano de análise de dados começa com as perguntas que solicitam que os respondentes respondam diretamente à sua principal pergunta de pesquisa. No caso do seu congresso de educação, serão estas duas perguntas:

  • Qual foi seu nível de satisfação geral com o congresso?
  • Qual foi o nível de relevância desse congresso comparado aos outros congressos dos quais você participou?

Com base nessas duas perguntas, você saberá se o congresso foi um sucesso. Ao informar os resultados para seu chefe ou decidir se realizará o congresso novamente no ano que vem, essas são as informações de que você precisará. Elas são a base dos seus principais resultados.

No entanto, as avaliações gerais não explicam por que os participantes gostaram do congresso ou como melhorá-lo.

Faça análises granulares: organize suas perguntas

Para compreender melhor o que significam seus dados, organize os pensamentos atribuindo suas perguntas específicas de pesquisa a cada pergunta geral. Dessa forma, ao criar um relatório final eficaz, você saberá exatamente de quais dados precisa para responder às suas perguntas mais importantes.

Se ajudar, organize suas perguntas em uma tabela:

Pergunta de pesquisaPergunta(s) de questionário
Qual foi a avaliação dos participantes sobre o evento?1. Em geral, qual é o seu nível de satisfação com a conferência?
2. A conferência foi útil em comparação com outras conferências de que você já participou?
De que partes/aspectos da conferência os participantes mais gostaram? Que partes/aspectos da conferência é preciso melhorar?3. Na sua opinião, qual é o nível de dificuldade do workshop?
4. Em geral, você acha que as oportunidades de networking proporcionadas na conferência foram muitas, poucas ou na medida adequada?
5. Em geral, como você avalia a comida servida na conferência?
6. Como estava a temperatura no prédio da conferência: muito quente, muito fria ou adequada?
Quem são os participantes e quais são as suas necessidades específicas?7. Você é professor, aluno ou administrador?
8. Qual é o tamanho da sua escola?
9. Quantos anos você tem?

Agora, se você quiser responder à pergunta principal, "Quais partes/aspectos do congresso precisam ser melhorados?", por exemplo, saberá que precisa das respostas às perguntas 5 e 6.

Grupos demográficos: descubra quem é quem na sua pesquisa

Você fez uma pesquisa de feedback de eventos para descobrir o que precisa melhorar para realizar eventos mais bem-sucedidos no futuro. No entanto, um dos pontos importantes para entender a relevância dos seus dados e descobrir o que você precisa fazer para melhorar é identificar diferentes grupos demográficos segmentando os respondentes.

Para descobrir quem são seus respondentes, inclua perguntas de perfil demográfico no fim da pesquisa, como idade, sexo, cargo, instituição, entre outras. Mas por que você deve fazer isso?

Ao elaborar seu plano de análise de dados, pense em quais grupos você quer comparar. Leve em conta quem são seus respondentes (e quantos eles são) para dividir e organizar os dados de uma maneira que ajude a fazer melhorias embasadas.

Por exemplo, se a pontuação geral de satisfação for baixa, mas você constatar que todos os estudantes adoraram o congresso, você precisará analisar como grupos de perfis demográficos diferentes responderam às perguntas. É possível que os participantes acima de 60 anos não tenham gostado dos eventos que exigiam conhecimento avançado de computadores. Se muitos deles responderam à pesquisa, isso pode ter influenciado negativamente a avaliação geral.

Mas não se preocupe. Os estudantes ficaram satisfeitos com o congresso, portanto não foi um fracasso total. Filtrar os resultados por diferentes grupos demográficos ajuda a ter perspectiva e a transformar os dados em resultados práticos valiosos.

Coloque seu plano de análise em ação

Agora você sabe que, para elaborar um plano de análise de dados eficaz, é importante começar com os resultados principais, organizar as perguntas da pesquisa e determinar como segmentar sua população em subgrupos. Você está pronto para começar a analisar os dados.

Veja como a SurveyMonkey pode incentivar sua curiosidade