Melhore seu local de trabalho e aumente sua produtividade com uma pesquisa de envolvimento do funcionário

Vá além da satisfação dos funcionários e avalie o que realmente importa

O que significa envolvimento do funcionário?

O envolvimento do funcionário significa em que medida os funcionários sentem-se valorizados e engajados no seu trabalho diário. Não há um consenso entre profissionais e pesquisadores de recursos humanos sobre quais dimensões específicas constituem o envolvimento do funcionário. Porém, sua essência está relacionada ao sentimento dos funcionários em relação à própria participação na missão e no sucesso da empresa em que trabalham.

Além de medir o grau de satisfação do funcionário, as pesquisas de envolvimento também avaliam a dedicação do funcionário à missão e aos resultados da empresa. Assim, medir o envolvimento do funcionário torna-se ainda mais crucial, pois esse é um indicador importante da saúde do seu negócio e uma boa maneira de detectar áreas que podem ser aperfeiçoadas.

Obtenha uma solução de envolvimento completa
Motive sua força de trabalho com um programa de envolvimento automatizado e de alta cadência embasado em ciência social
COMEÇAR AGORA MESMO

Por que medir o envolvimento?

Quando os funcionários estão envolvidos com o trabalho, eles se sentem mais realizados e motivados. Isso, em última análise, leva a um aumento de produtividade de até 22% em alguns casos.

É por isso que o envolvimento do funcionário é tão importante para o sucesso da sua empresa. Uma força de trabalho com alto nível de envolvimento resulta em uma empresa mais produtiva e lucrativa. E não estamos falando de pequenos aumentos. A Gallup descobriu que as empresas que têm envolvimento do funcionário alto têm um desempenho 147% melhor do que a concorrência em lucros por ação.

Um desempenho como esse revela que as empresas não apenas devem medir o envolvimento do funcionário, mas podem até ficar para trás se não fizerem isso.

Envolvimento do funcionário x Satisfação dos funcionários

Qual a diferença entre envolvimento do funcionário e satisfação dos funcionários? Embora haja uma relação entre os dois indicadores, o envolvimento do funcionário tem muito mais dimensões em comparação à satisfação dos funcionários. Em outras palavras, é muito provável que um funcionário envolvido esteja satisfeito, mas nem todos os funcionários satisfeitos têm um alto grau de envolvimento com a empresa.

Há um grande debate entre acadêmicos sobre quais seriam exatamente as dimensões que constituem o envolvimento do funcionário. No entanto, com base em um conjunto de dados de vários estudos recentes sobre o assunto, é possível perceber que uma boa pesquisa sobre envolvimento do funcionário deve medir muitos fatores, como:

Comportamento de liderança

Uma gerência eficiente pode estimular ou prejudicar o envolvimento do funcionário. Isso vai além do tratamento e da ética do gerente sênior em relação aos funcionários (é claro que isso também é importante!). É fundamental ter líderes eficientes em todos os níveis da organização. Isso significa ter gerentes que expressam os valores da empresa, comunicam-se bem e tomam as medidas adequadas. Uma boa pesquisa sobre envolvimento do funcionário avalia esses hábitos, desde a gerência até altos executivos. Para isso, você pode usar nosso modelo de avaliação de desempenho da gerência.

Natureza do trabalho

A maioria das pessoas não quer um trabalho fácil. Elas querem ser desafiadas e testadas na rotina profissional. Um trabalho desafiador pode ser incrivelmente motivador para os funcionários, desde que seu impacto no desempenho da empresa seja claro. Use a pesquisa sobre envolvimento do funcionário para perguntar se o trabalho é desafiador (e motivador) e saber se a relação entre o desempenho individual e o da empresa é claro.

Ter funcionários ambiciosos é bom. Eles podem ser os membros mais automotivados e produtivos da sua equipe, desde que esteja claro para eles como você pode ajudá-los a avançar profissionalmente. Se não estiver, você correrá o risco de perdê-los. Clareza em relação às metas de carreira é importante, mas você também precisa oferecer suporte. Será que seus funcionários estão tendo oportunidades educacionais e de mentoria? Fazer uma pesquisa sobre envolvimento do funcionário pode ajudar a descobrir se os seus funcionários enxergam um caminho claro à frente e se têm o apoio de que precisam para chegar aonde querem.

Orgulho da empresa

Quando os funcionários se orgulham do local onde trabalham, isso salta aos olhos. Eles realmente acreditam na sua missão e querem ver a empresa ter sucesso. Essa atitude se reflete no desempenho: quando as pessoas se orgulham da empresa, elas se orgulham também do próprio trabalho. Além de fazer os funcionários se sentirem bem consigo mesmos, alimentar esse sentimento de orgulho também faz com que eles cheguem ao trabalho focados, alinhados a seus colegas e comprometidos a resolver problemas.

É fato que passamos muito tempo interagindo com nossos colegas de trabalho. Em empresas de qualquer tamanho, é importante pensar sobre as relações de trabalho entre os funcionários: como interagem, como veem as habilidades uns dos outros e o que consideram ser os pontos fortes e fracos da força de trabalho. A opinião dos funcionários sobre os colegas pode ter um grande impacto sobre a confiança e a crença de que vão alcançar as metas da empresa. Incluir perguntas sobre esses assuntos em um questionário para funcionários deve ter um papel muito importante em qualquer estratégia de envolvimento do funcionário implementada.

Como usar pesquisas para desenvolver estratégias de envolvimento

Simplesmente medir o envolvimento do funcionário não é suficiente para fomentar uma força de trabalho engajada. É necessário ler os resultados, descobrir áreas que podem ser aperfeiçoadas e implementar estratégias para envolver os funcionários. É aí que começa o verdadeiro trabalho.

Passo 1: decida o que você quer investigar

Talvez seu interesse seja medir e aperfeiçoar apenas alguns dos fatores relacionados ao envolvimento do funcionário. Por exemplo, talvez você queira investigar apenas como o desempenho da gerência está afetando o envolvimento do funcionário na sua empresa. Para isso, é possível usar o modelo de pesquisa de desempenho da gerência ou extrair apenas a parte do modelo de pesquisa de envolvimento do funcionário que trata de desempenho da gerência.

Porém, caso seu foco seja usar pesquisas para desenvolver estratégias de envolvimento do funcionário, provavelmente essa não será a melhor abordagem. Ao nos concentrarmos em um tópico específico desde o começo, podemos deixar de fora outras áreas que precisam ser aperfeiçoadas. E se oportunidades de desenvolvimento de carreira, e não o desempenho da gerência, forem um fator mais importante para o envolvimento do funcionário na sua força de trabalho?

Se o seu objetivo for desenvolver uma estratégia ampla de envolvimento do funcionário, é melhor ser abrangente primeiro e focar partes específicas depois.

Avalie cada fator que afeta o envolvimento do funcionário: nosso modelo de pesquisa de envolvimento do funcionário foi criado especificamente para fornecer um olhar abrangente sobre a questão. Faça o teste

Passo 2: identifique áreas que precisam ser aperfeiçoadas

Depois de publicar a pesquisa e descobrir quais áreas precisam de melhorias, é necessário começar a definir prioridades. É provável que sua primeira reação seja se concentrar nas áreas que receberam avaliações mais baixas. Tente controlar esse impulso, caso contrário, você acabará exigindo muito dos seus gerentes e recursos, e isso levará a resultados medíocres.

Em vez disso, tente identificar alguns fatores-chave que estimulam o envolvimento dos seus funcionários e foque apenas esses fatores. Priorizar somente alguns fatores pode ser difícil. Para ajudar a restringir sua escolha, faça a si mesmo duas perguntas:

  1. "Onde posso usar meus recursos para que tenham o maior impacto possível no envolvimento do funcionário?" Observe as áreas em que os resultados da pesquisa estão mais distantes de onde você gostaria que estivessem.
  2. "Em quais ações meus recursos serão usados da maneira mais eficiente possível?" Pense nas áreas que serão mais fáceis de abordar, talvez usando os recursos ou conhecimentos já existentes.

Passo 3: crie um plano

Qualquer que seja a ação escolhida, é importante comunicar o seu plano aos funcionários e se certificar de que eles entenderam como e quando ele será realizado. A transparência é fundamental nesse processo. Sugerimos que suas metas sejam específicas, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e com prazo definido.

Passo 4: mantenha seu plano

Como saber se o seu plano está tendo efeitos positivos? Envie uma pesquisa de envolvimento do funcionário. A solução para continuar a melhorar o envolvimento do funcionário é medi-lo com frequência e de modo consistente.

Veja como a SurveyMonkey pode incentivar sua curiosidade