Menu
Fazer loginInscrever-se
Resultados do blog
Mostrando 0 de 0 resultados
Mantenha a curiosidade! Você vai encontrar algo.
Dicas de questionários

Cinco recursos usados e recomendados por nossos cientistas de pesquisa

Cinco recursos usados e recomendados por nossos cientistas de pesquisa

Nossa equipe de cientistas de pesquisa é muito ocupada.

Eles são responsáveis por monitorar o sentimento público relacionado a problemas políticos, realizam uma variedade de projetos de pesquisa de mercado em diferentes setores e com vários parceiros de mídia e estudam o impacto de diferentes recursos de pesquisa nas respostas.

Devido a essas responsabilidades, eles já realizaram e analisaram inúmeras pesquisas. É com prazer que eles compartilham os principais aprendizados que tiveram para ajudar você a realizar pesquisas que resultem em respostas mais valiosas e proporcionem uma experiência mais envolvente para os respondentes.

Estes são os cinco recursos de pesquisa com os quais a equipe conta e que tornam qualquer criador de pesquisas um verdadeiro profissional.

1. Banco de perguntas: escolha entre as melhores perguntas

Você sabe que tipo de feedback quer, mas não sabe como solicitá-lo?

É comum ter bloqueios na elaboração de pesquisas. Se isso acontecer com você, o banco de perguntas poderá ser seu melhor amigo.

O banco de perguntas contém centenas de perguntas elaboradas por nossos cientistas de pesquisa. É possível acessá-lo na barra lateral durante a elaboração da pesquisa e escolher as perguntas desejadas em segundos.

Ele também permite navegar entre diferentes categorias para ajudar você a encontrar a pergunta certa de forma mais rápida. Se você gostar de uma pergunta, mas quiser editá-la, é possível. Basta incluí-la.

Independentemente se você estiver elaborando uma pesquisa pela primeira vez ou não, o banco de perguntas é um recurso valioso. Basta ver nossos cientistas de pesquisas. Eles elaboram pesquisas há anos e consideram o banco de perguntas essencial para criar novas pesquisas.

Observação: algumas perguntas do banco são comparáveis a referências. Ou seja, assim que as respostas delas chegam, é possível comparar seus dados aos de outros usuários da SurveyMonkey (de diferentes locais, setores e tamanhos de empresa) que fizeram a mesma pergunta. As perguntas comparáveis a referências contêm um pequeno gráfico de barras no canto superior direito.

Saiba mais sobre nosso banco de perguntas acessando o artigo relacionado da Central de ajuda.

2. Lógica de pesquisa: personalize a experiência dos respondentes com a pesquisa 

Os respondentes são pessoas. Sabemos que isso não é novidade.

No entanto, isso significa que suas perguntas precisam ser relevantes e interessantes para cada respondente. Caso contrário, eles deixarão a pesquisa ou, pior ainda, responderão às perguntas sem sinceridade.

Proporcione uma experiência valiosa usando a lógica de pesquisa, que usa as respostas dos respondentes para encaminhá-los pelas perguntas adequadas.

A lógica de ramificação pode ter várias formas, inclusive:

1. Lógica de ramificação de pergunta: permite pular os respondentes para uma página ou pergunta específica em outra página com base na resposta fornecida a uma pergunta fechada.

2. Lógica de ramificação de página: ao contrário da lógica de ramificação de pergunta, as respostas selecionadas pelos respondentes não são levadas em consideração. Essa lógica permite pular os respondentes para uma página específica ao clicarem em "Seguinte" na página atual.

3. Ramificação avançada: permite pular perguntas ou páginas com base em uma única resposta e aplicar lógicas de ramificação com base em uma variedade de “condições”.

Essas condições podem incluir as respostas, os dados personalizados dos respondentes e variáveis personalizadas. Por exemplo, se você usar os endereços de email dos respondentes como campo de dado personalizado, poderá definir uma condição para pular os respondentes com um endereço específico de uma página específica.  

Podemos escrever uma publicação inteira sobre ramificação avançada. Se você quiser saber mais sobre ela, consulte o artigo relacionado da Central de ajuda.

4. Transporte de pergunta e de resposta: ajuda a personalizar a pesquisa vinculando as respostas de perguntas anteriores a perguntas posteriores. Com isso, os respondentes sentem que estão sendo ouvidos, e a experiência da pesquisa se torna uma conversa mais pessoal. Além disso, ao contextualizar a pesquisa, é possível coletar respostas mais direcionadas. 

Nossos cientistas de pesquisas usam os recursos de lógica em grande parte de suas pesquisas. No entanto, você não precisa acreditar em mim. Consulte nossa “Pesquisa de pequenas empresas”, em parceria com a CNBC. Por meio dessa parceria, realizamos pesquisas trimestrais para acompanhar os sentimentos de pequenos empresários em determinado momento e ver como eles mudam com o tempo.

No entanto, nem todos que participam dessas pesquisas trabalha em pequenas empresas. Para ajudar nossa equipe a fazer perguntas relevantes para pequenos empresários e qualquer outra pessoa, usamos a lógica de ramificação de pergunta na primeira pergunta. Veja o que perguntamos: 

Aqueles que respondem “Sim” recebem perguntas na próxima página relacionadas à sua pequena empresa:

Aqueles que não são pequenos empresários recebem as seguintes perguntas na próxima página:

Com isso, conseguimos criar duas experiências diferentes de acordo com cada público.

3. Pesquisas recorrentes: monitore as mudanças nos sentimentos

Como o nome sugere, as pesquisas recorrentes permitem compartilhar a mesma pesquisa regularmente em um período. 

Ao realizar pesquisas com clientes, funcionários, clientes em potencial e outros tipos de público com o tempo, você obterá uma compreensão contextual e oportuna das experiências deles. Com isso, poderá tomar as medidas adequadas para melhorar o envolvimento.

As pesquisas recorrentes são consideradas um “estudo longitudinal”, ou seja, a realização da mesma pesquisa de forma consistente por um longo período. Nossos cientistas de pesquisa usam estudos longitudinais de diversas formas.

Um dos casos de uso envolve o monitoramento da marca da nossa empresa semanalmente. As respostas nos ajudam a entender a opinião do nosso mercado-alvo sobre a SurveyMonkey em um período específico, além da mudança dessa opinião com o tempo.

Antes de usar esse recurso, lembre-se:

1) Realize pesquisas a cada trimestre ou semestre. A realização de pesquisas mais frequentes pode sobrecarregar os respondentes e cansá-los. Já a realização anual (ou com menor frequência) dificulta a identificação de padrões e a realização de ações pontuais. A única exceção a essa regra são as pesquisas de acompanhamento (pesquisas breves e frequentes de verificação) .

2) Não mude as perguntas com o tempo. Caso contrário, a comparação das respostas em diferentes pontos de contato se tornará difícil e injusta.

4. Lembretes de pesquisa: obtenha mais respondentes

Se o respondente se importar com o tema da sua pesquisa, tiver uma conexão próxima com você e/ou sua organização e gostar do incentivo oferecido, ele provavelmente vai querer responder a ela.

O problema é que a maioria das pessoas é muito ocupada.

Os lembretes de pesquisa podem ser a solução para a agenda ocupada dos respondentes. Laura Wronski, uma de nossas cientistas de pesquisas, explicará um pouco mais:

headshot of survey scientist
quote

Obter respostas para sua pesquisa tem o momento certo. Se estiver muito ocupada no primeiro envio da pesquisa, a pessoa ignorará seu email. Um lembrete por email aumenta as chances de a pessoa ler e responder à sua pesquisa.

Portanto, dê algumas chances de seu público responder à sua pesquisa lembrando-os educadamente sobre ela após o primeiro contato. Recomendamos enviar no máximo dois lembretes por pesquisa, com uma semana de diferença entre eles. Dessa forma, você não sobrecarregará os destinatários e fará com que eles se lembrem da sua pesquisa.

Observação: se você estiver pronto para enviar lembretes, use nosso coletor por email. É a única opção de envio de lembretes.

5. SurveyMonkey Genius: colete feedback de especialistas 

Terminou de criar suas perguntas? Está pronto para enviar a pesquisa?

Em qualquer estágio da sua pesquisa, use o SurveyMonkey Genius, nosso recurso de aprendizado de máquina e IA, para obter feedback sobre a elaboração da pesquisa, diretamente das práticas recomendadas dos nossos cientistas de pesquisas.

Você descobrirá detalhes como a taxa estimada de conclusão, o tempo de conclusão previsto e se você tem o equilíbrio certo de diferentes tipos de pergunta. Além disso, receberá uma pontuação geral em porcentagem. Nossos próprios cientistas sempre avaliam suas próprias pesquisas e sempre almejam a pontuação máxima!

Confira sua pontuação do Genius logo no início e com frequência. O recebimento de feedback consistente pode ajudar você a elaborar pesquisas melhores mais rapidamente.

Seja você um cientista de pesquisas ou não, há vários recursos que podem melhorar sua pesquisa. Se você usá-los da forma correta e de maneira consistente, coletará respostas mais valiosas e proporcionará aos respondentes uma melhor experiência.

Com isso, você se tornará oficialmente um profissional em pesquisas! Honre sua qualificação.